Voltar à janela anterior
Legislatura de 1912/1916


Coronel José Antônio Ferreira Santos (Presidente)

Joaquim Monteiro de Abreu (Vice-Presidente)
João Gualberto Dias
José da Costa Ferraz
Antônio E. Pinto
Guilherme Alberto Milward Azevedo
José Francisco dos Anjos
Lázaro Fernandes Leite do Val
João Marques Pereira
José Cristino da Silveira
Pedro Calixto Batista
José Calazans
Anacleto Correa de Faria
João Urias Pinto Coelho
Alfeu Faustino dos Santos

As eleições seguintes mostraram nova vitória da situação, que tinha grande apoio popular. Assim, toma posse essa legislatura em 01/06/1912 se estendendo até 1916.

Em 1915, nosso vasto município sofreu o seu segundo desmembramento, pela Lei nº 663 de 18 de setembro de 1915, a qual criou o município de Aimorés. Por essa mesma lei foi suprimido o distrito de S. Francisco do Vermelho e o distrito do Galho teve sua sede transferida para Bom Jesus. Falando sobre um importante acontecimento do período, Munir Ali Saygli afirma que:

Joaquim Motta foi o fundador e redator do jornal “Povo do Caratinga” (1914), inicialmente apenas “O Povo” (1912), periódico dos mais respeitados em todos os tempos em Caratinga, graças ao seu papel muito bem cumprido de informativo culto e imparcial, fundado em 05/05/1912 tendo vida até 1918 (SAYGLI, 1988, p. 48-49).